domingo, 9 de dezembro de 2012

Tomadas


Quantidade mínima de tomadas


Veja como calcular o número de tomadas de uso geral necessárias em um apartamento


Reportagem: Jamila Venturini


Daniel Beneventi
As tomadas de uso geral, também conhecidas pela sigla TUG, são aquelas que não são destinadas a equipamentos específicos, como chuveiros ou torneiras elétricas. Elas são utilizadas para a alimentação de aparelhos móveis ou portáteis comuns, como televisores, aspiradores de pó, luminárias, etc.
Em uma residência, há uma quantidade mínima deste tipo de tomadas, que devem ser instaladas de acordo com a área dos cômodos. Para alguns ambientes, como a cozinha e o banheiro, há regras mais específicas e as tomadas devem ser posicionadas em locais pré-determinados (veja a tabela completa a seguir).
Recomenda-se, porém, que a quantidade de tomadas seja maior do que o mínimo calculado. Dessa maneira é possível evitar o uso de extensões e benjamins, que consomem mais energia e podem comprometer a segurança da instalação elétrica.
RESIDÊNCIAS: CASAS E APARTAMENTOS
Fonte: adaptado de NBR 5410 - Instalações elétricas de baixa tensão.

CÁLCULO PRÁTICO
Saiba como calcular a quantidade mínima de tomadas de uso geral (TUGs) para um apartamento com as características descritas a seguir:
1 Considere, quando necessário, a área e o perímetro (soma dos lados das paredes) de cada ambiente para identificar quantidade mínima de tomadas de uso geral. Depois, divida o perímetro pelo valor correspondente indicado na tabela da NBR 5410 - Instalações elétricas de baixa tensão
a) Área de serviço
Perímetro = 1,5 m + 1,5 m + 1,5 m + 1,5 m = 6 m
Quantidade mínima de tomadas = 6/3,5 = 1,71 (o valor é sempre arredondado para o inteiro imediatamente acima)
Quantidade mínima de tomadas = 2
b) Cozinha
Perímetro = 3,5 m + 1,5 m + 3,5 m + 1,5 m
Perímetro = 10 m
Quantidade mínima de tomadas = 10/3,5 = 2,85
Quantidade mínima de tomadas = 3 (uma delas obrigatoriamente sobre a pia)
c) Banheiro
Pelo menos uma tomada, junto ao lavatório.
d) Quarto
Área = 2,5 m x 3 m
Área = 7,5 m² (portanto, maior que 6 m²)
Perímetro = 2,5 m + 3 m + 2,5 m + 3 m
Perímetro = 11 m
Quantidade mínima de tomadas = 11/5 = 2,2
Quantidade mínima de tomadas = 3
e) Sala
Área = 4,15 m x 3 m
Área = 12,45 m² (portanto, maior que 6 m²)
Perímetro = 4,15 m + 3 m + 4,15 m + 3 m
Perímetro = 14,30 m
Quantidade mínima de tomadas = 14,30/5 = 2,86
Quantidade mínima de tomadas = 3
2 Agora, some a quantidade mínima de tomadas em cada cômodo e descubra quantas tomadas, pelo menos, o apartamento deverá ter:
Quantidade de tomadas no apartamento = tomadas na área de serviço + tomadas na cozinha + tomadas no banheiro + tomadas no quarto + tomadas na sala
Quantidade de tomadas no apartamento = 2 + 3 + 1 + 3 + 3
Quantidade de tomadas no apartamento = 12
Portanto, o apartamento descrito no exemplo deverá ter, pelo menos, 12 tomadas de uso geral distribuídos por seus cômodos.

Bibliografia: Instalações Elétricas, Norberto Nery; NBR 5410/2004, ABNT; Instalações Elétricas Residenciais, Elektro/Pirelli.

FONTE: http://www.equipedeobra.com.br/construcao-reforma/37/artigo220710-1.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário